VIVALDO STAUT

Método World Innovators (WI)
Foto de Roberto Nickson on Unsplash
SÉRIE: HOME OFFICE – Trabalhando em casa – 1

Antes de começar seu próprio negócio em casa, a primeira coisa que você deve fazer é designar um local para você para trabalhar.

A área em que você trabalha deve ser livre de distrações e ter um computador, uma mesa, um telefone, uma conexão com a internet e, se possível, um banheiro. Dessa forma, você terá tudo o que precisa para se manter focado e produtivo.

Algo a lembrar é que você está ‘trabalhando’ nesta área. Uma solução ideal é se afastar de todas as possíveis fontes de distração.

Você deve fazer uma lista das pessoas que vivem, trabalham e visitam a sua casa e um mapa das atividades com os horários destas pessoas. Seja pessimista com relação a ocupação da casa. Provavelmente você terá muito menos tempo sozinho do que realmente imagina ou gostaria.

Morando sozinho

Mesmo que você more sozinho, existem interferências que precisam ser previstas. Por exemplo: você têm alguém que cuida de suas roupas ou da limpeza, você precisa retirar o lixo, ou tem encomendas e correio para receber. Se você mora em casa, pode ser surpreendido pela campainha da porta. Sua mãe, seus parentes, vizinho e amigos podem aparecer em um momento importante de concentração ou de reunião com clientes, fornecedores e parceiros.

Outras interferências podem ser os sons de sua vizinhança. Cachorros latindo, pássaros, carros, buzinas, sons industriais, pessoas cantando ou falando alto. Tudo isso pode prejudicar a qualidade de seu home office.

Se você precisa produzir conteúdo, como escrever textos ou gravar vídeos é importante que o horário que você planeja para fazer isto seja aquele com menor probabilidade de ocorrer interferências.

Morando com outras pessoas

Se você vive com outras pessoas, a gestão do relacionamento é um capítulo importante para o sucesso do seu home office.

É imprescindível que tudo que diz respeito ao seu trabalho em casa seja amplamente discutido com todos antes das atividades começarem. Você deve deixar claro de que forma as pessoas podem apoiar o seu projeto ou prejudicá-lo.

Você também deve buscar entender como suas atividades podem impactar a vida dos demais e negociar formas de minimizar os impactos negativos para todos. Deixe uma folha impressa com os horários e a agenda compartilhada de todos publicados na porta da geladeira, por exemplo.

Vou usar o meu exemplo. Durante muito tempo, eu trabalhei em home office. E sempre acreditei que fiz tudo possível para instalar e manter um ambiente produtivo e saudável de convívio. No começo tudo foi muito bem, porém, passado algum tempo, a equipe cresceu e algumas das pessoas que trabalhavam comigo começaram a frequentar minha casa por períodos cada vez maiores. Passados alguns meses, havia gente chegando e saindo o tempo todo. Livros, equipamentos e documentos espalhados pelos cantos da casa. Postits pregados nas paredes e quadros colocados ao chão para dar espaço a esboços e insights. A mesa de jantar virou uma grande mesa de trabalho e o trabalho nunca tinha hora para terminar. Não preciso dizer que deu tudo muito errado… minha esposa saía de manha e chegava ao final do dia e sempre tinha alguém lá. Muitas vezes, ela vinha almoçar em casa e acabava participando de um grande almoço com todos os demais. Isto pode parecer engraçado, mas é o fim de uma configuração mal dimensionada de home office. Isto pode gerar muito stress e colocar a sua produtividade abaixo, para não dizer o seu casamento também.

Se você tem filhos

Isso significa que você deve ter alguém para cuidar de seus filhos. Preste atenção, não estou dizendo que isto pode ou não ser feito e sim que deve, obrigatoriamente. Para o seu home office funcionar você precisa que alguém tome conta das crianças e lembre-se: isto não é um favor, é trabalho. Pedir para os avós, parentes ou amigos ajudarem pode ser um evento ocasional. O dia a dia deve ser feito por alguém que tem responsabilidade para fazer isto em tempo integral, e que deve ser pago para isto. Se suas crianças tiverem menos que 12 anos de idade, contrate alguém para cuidar deles durante o dia. Se seus filhos têm idade escolar, tem idade suficiente para entender. Informe-os de que você está trabalhando e que você só deve ser perturbado se houver alguma emergência.

Isso pode parecer estranho, pois você está trabalhando em casa, mas você levaria um bebê para o seu escritório? Provavelmente não – seu chefe não permitiria. Ter alguém que cuide deles enquanto você trabalha garante que você fará tudo que precisa durante as horas de trabalho para que os negócios funcionem e seus resultados aconteçam.

Isso pode parecer uma despesa desnecessária, mas se você esta conversando com alguém por telefone que não aprova, você seria seriamente prejudicado se ele ouve um bebê chorando ao fundo, ou crianças brigando. Você quer parecer o mais profissional possível para que as pessoas saibam que podem confiar em você.

Invista em ergonomia

A ergonomia é uma parte importante da configuração do seu home office. As pessoas não se dão conta do tempo que passam sentadas em frente ao computador até começarem a sentir dores nas pernas, nos braços, nos punhos, no pescoço, nas costas, etc… Estas doenças ergonômicas podem diminuir muito a sua produtividade pois afetam a sua saúde e a sua felicidade.

Invista tempo para escolher uma boa cadeira, adequada ao seu trabalho. Escolha móveis adequados ao seu tipo físico e que permitam obter uma postura adequada. Escolha a iluminação adequada e instale um bom e silencioso ar condicionado com controle de temperatura, quente e frio.

Não coloque uma garrafa de café ao seu lado, nem maquina de café expresso. É importante que você faça pequenas paradas, em intervalos regulares, ao longo do dia de trabalho. Então, aproveite este tempo para se movimentar e ir tomar um café, se esticar ao sol, ou tomar um pouco de ar fresco lá fora.

Leia o próximo post desta série…

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: