VIVALDO STAUT

Método World Innovators (WI)

Se preferir, clique no vídeo abaixo que eu leio “A EVOLUÇÃO CONTÍNUA” para você.

vpost27-Sucesso-e-continuidade-A-evolução-contínua

Olá! No primeiro artigo de nossa Jornada para o Sucesso nós argumentamos sobre o que seria o sucesso e o fracasso. No segundo artigo falamos sobre a importância da boa comunicação. Já no terceiro artigo da série conversamos sobre Rapport, e no quarto tratamos da a inteligência emocional. Hoje, no quinto e último episódio, nós vamos tratar de um assunto não menos importante que os anteriores: a evolução contínua – que precisamos ter, para se avançar cada vez mais e mais nesta jornada.

pelo Psicanalista Marcos Silveira

Você que está lendo esta série de artigos, desde o início, já deve ter percebido que a Jornada para o Sucesso é feita de muitos passos, e que não apenas uma ou outra atitude isolada nos levará até nosso tão desejado objetivo.

Eu poderia estender esta série de artigos indefinidamente, na medida em que entendo que esta nossa Jornada é infinita, pois assim que chegamos em algum ponto que antes entendíamos como aquele que seria o ponto de destino, enxergamos um ponto mais alto que desejamos alcançar. Neste sentido, meus artigos sempre tiveram (e tem) a intenção de mostrar particularidades que o ser humano deveria reunir para alcançar patamares cada vez mais elevados, mas não tentar entregar uma solução definitiva, uma vez que esta busca deve ser incessante.

E esta incessante busca é bastante natural, pois somos seres em contínua evolução. Se assim não fosse, a humanidade não estaria no patamar evolutivo em que está, e nem avançaria mais do que já avançou até hoje.

Portanto, somos eternos insatisfeitos. E essa insatisfação, desde que dirigida de forma positiva, é algo bastante desejável.

O INCONFORMISMO POSITIVO LEVA À EVOLUÇÃO CONTÍNUA

“- Conforme-se com isso!”

Devemos ter escutado esta frase acima milhares de vezes, saindo de bocas das mais diversas, desde nossos pais e professores, até chefes no trabalho ou líderes políticos, ou mesmo de forma subliminar, inconsciente, na forma como fomos e somos “educados”.

O problema é que, para evoluirmos, não podemos nos conformar. Aqueles que o fazem, acabam por adotarem uma posição de estagnação, petrificando-se em suas zonas de conforto. E, por incrível que pareça, a zona de conforto nunca é confortável. Ela é apenas conhecida.

Conformar-se é adaptar-se à uma forma específica, uma fôrma, um formato, um padrão pré-estabelecido que tentam nos impor. Quando estamos dentro da fôrma, teoricamente causamos menos problemas, questionando menos, criticando menos.

Assim, o inconformismo é algo bastante construtivo. Mas há que ser o inconformismo positivo, e que nada tem a ver com negativismo, nem o reclamar à toa, nem o niilismo, nem a pura e simples revolta. Tem a ver com propor soluções, quando não se concorda com o modelo existente; é trazer novas alternativas, novas inspirações. Pois pessoas para criticar há aos montes, mas as que arregacem as mangas e inovem, são poucas.

A FISIOLOGIA

Um dos pontos muito importantes a serem debatidos é o da fisiologia.

A Programação Neurolinguística (PNL) define a fisiologia do sujeito como sendo o conjunto dos seguintes fatores: a maneira como nos movimentamos, nossas expressões faciais, nossa postura, os gestos e o ritmo da respiração.

Existem estudos bastante profundos e consistentes sobre como a fisiologia influencia nos resultados das pessoas, separando vencedores de perdedores. A fisiologia do sujeito é o melhor indicativo de seu estado interno. Interferir nesta fisiologia é uma grande ferramenta de alteração de seus estados emocionais e, consequentemente, de seus comportamentos e resultados.

A psicóloga social Amy Cuddy, pesquisadora e professora da Harvard Business School,  alega que “fazer poses de poder”, ou seja, adotar uma postura confiante, mesmo quando não nos sentimos confiantes, pode estimular sentimentos de confiança e pode ter um impacto nas nossas chances de sucesso. Sua palestra do TED TALKS é uma das mais visualizadas até hoje.

Corpo em mente forma um único sistema. O que representamos em nossa mente é de fato, refletido em nosso corpo, em nossa postura, em nossas expressões. Vencedores possuem uma fisiologia altiva, enquanto que perdedores possuem uma fisiologia muito mais empobrecida, com ombros caídos, respiração superficial, tom de voz baixo e olhos fitando o chão.

MINDSET REALIZADOR – OU MENTALIDADE EMPREENDEDORA – PARA A EVOLUÇÃO CONTÍNUA

Ao invés de nos adaptarmos a formatos conhecidos, é preciso que se tenha um MINDSET REALIZADOR. Todas aquelas pessoas de sucesso que já citamos no primeiro artigo da série (e muitas outras que você pode conhecer ou admirar) foram pessoas que possuíam um mindset especial, uma MENTALIDADE EMPREENDEDORA, uma forma de pensar inovadora e construtiva. Como falamos anteriormente, não só questionavam, mas propunham soluções e ações efetivas para a solução de seus problemas – e dos problemas de muitas outras pessoas.

Precisamos estar preparados para enfrentar o mundo competitivo e estressante que enfrentamos hoje, por meio de um modo de pensar possibilitador e empoderador. Se acreditarmos que não é possível, ou que tudo está bem da forma como está, então tudo permanecerá sempre a mesma coisa.

Estimular o pensar disruptivo (palavra muito na moda, e que conhecíamos como o famoso “pensar fora da caixinha”) e alimentar-se de conteúdos inovadores parece ser algumas das atitudes das pessoas vencedoras.

Mas a evolução não dá saltos: devemos ter contato com estes conteúdos continuamente, e introjetá-los, para que haja uma mudança gradual e sustentável em nosso modo de pensar onde, a cada passo dado, novas estratégias mentais sejam adquiridas, alcançando-se patamares mais elevados de conhecimento e consciência.

O RESUMO DE TUDO

Resumindo tudo o que falamos em todos os textos desta série, a Jornada para o Sucesso parece ser composta, primordialmente (mas não tão somente) dos seguintes passos:

  • Acreditar que não há fracassos, mas simplesmente aprendizados;
  • Prosseguir sempre em frente com perseverança, sem desistir jamais;
  • Ter uma boa comunicação consigo e com os outros;
  • Criar Rapport com o seu interlocutor;
  • Possuir inteligência emocional;
  • Não se conformar com as respostas convencionais;
  • Cultivar uma fisiologia congruente com estados de altivez e de sucesso;
  • E ter uma mentalidade empreendedora.

Esta série de artigos não teve a intenção de fechar o tema, muito ao contrário, e nem induzir o leitor ao raciocínio de que o sucesso tenha uma fórmula mágica específica. Cada qual deve encontrar a sua fórmula. Somente tentamos reunir os fatores que tem se demonstrado como os mais eficazes para as pessoas notadamente bem-sucedidas.

E NÓS PODEMOS TE AJUDAR EM SUA JORNADA!

Espero que esta série tenha ajudado você a encontrar o seu próprio caminho para o SUCESSO !

Mas nós podemos ajudar ainda mais: convidamos você a participar do MAIS NOVO E COMPLETO TREINAMENTO ONLINE SOBRE EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO: World Innovators (WI) OnLine

Um dos maiores treinamentos de Inovação do País, agora a distância de 1 clique!

O Treinamento 100% ONLINE WORLD INNOVATORS (WI) conta com 20 horas de imersão online AO VIVO, ONDE VOCÊ VAI APRENDER mais de 20 ferramentas de inovação atualizadas.

Além disso, receba como bônus mais 5 treinamentos digitais aceleradores e ainda mais 2 Mentorias, para acelerar agora seu projeto empreendedor.

Mais de 3.000 empreendedores já passaram por esta imersão, em suas 73 edições já realizadas.

Entenda como você pode aumentar em 300% o quanto você ganha agora, concretizando finalmente a sua Jornada para o Sucesso!

Conheça o programa completo do curso clicando no botão abaixo:

Participe do treinamento World Innovators (WI) OnLine

Um grande abraço e até a próxima!

Fonte e mais Info: Este conteúdo foi escrito pelo Psicanalista Marcos Silveira. Conheça mais sobre o autor e seu propósito neste link. Veja dicas de como descobrir o seu propósito neste post. Assine nosso canal no Youtube e veja muitos outros “vposts” como este. Vídeos novos todas as quintas.


Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: