VIVALDO STAUT

Método World Innovators (WI)
Vivaldo Staut

Staut acredita que somos movidos pelo nosso propósito. Mesmo aqueles que não acreditam, ou que não têm clareza sobre o seu propósito, estão seguindo ou sendo puxados por ele.

Não importa onde você vá, seu propósito está sempre dois passos a sua frente.

Vivaldo Staut

Por isso, é importante deixar claro qual é o propósito que move, Staut e sua equipe neste projeto empreendedor denominado World Innovators (WI) – Os Criadores do Novo Mundo.


Ninguém nasce pobre ou rico

Staut acredita que as pessoas não nascem predestinadas a serem pobres ou ricas, segundo ele as pessoas são o que são, porque aprenderam a ser assim.

Desde muito cedo, Staut se interessou em conhecer como a mentalidade funciona e observou que todo ser humano é muito eficiente em replicar modelos.

E o que são modelos?

Modelos são padrões de estímulo e reação que definem o nosso comportamento e como nos sentimos emocionalmente em relação a ele.

Em primeiro lugar, aprendemos a ser como somos repetindo os padrões das pessoas que observamos. Desde o nascimento, estamos observando nossos pais, cuidadores, professores, parentes, vizinhos, amigos, colegas de trabalho, chefes, ídolos e mentores.

Também podemos aprender sobre o modelo de alguém fazendo perguntas poderosas, mas, para podermos perguntar algo para alguém, precisamos ter curiosidade e acesso a esta pessoa. Ou seja, uma questão, por exemplo, é ter acesso a Bill Gates e outra é: o que você perguntaria a ele?

A riqueza no mundo e o lugar onde você nasceu!

Veja, no gráfico abaixo, a distribuição da riqueza no mundo em 2019 e observe o local onde você nasceu e cresceu.

A Distribuição da Riquesa no Mundo
Distribuição da Riqueza no Mundo em 2019

Segundo o estudo da Oxfam, publicado em 2020, quem acumula bens e dinheiro no valor de US$ 68 mil (cerca de R$ 275 mil) está entre os 10% mais ricos da população mundial. Para estar entre o 1% mais rico, é preciso ter US$ 760 mil (R$ 3 milhões).

O mesmo estudo aponta que a riqueza acumulada pelo 1% mais abastado da população mundial agora equivale, pela primeira vez, à soma de toda a riqueza dos 99% restantes.

E o que isto tem a ver com modelos?

É simples, a grande maioria das pessoas não nasce em um ambiente de riqueza pois podemos considerar que 99% da população mundial nasce e cresce em um ambiente de sub-existência ou sobrevivência onde a escassez é a regra.

Isto não significa que as pessoas não sabem como ganhar dinheiro, por que quase todos aprendemos que, para ganhar dinheiro, precisamos trabalhar. Pelo menos, foi isto que observamos nos outros a nossa volta.

Mas é justamente neste ponto que Staut, acredita que podemos mudar a realidade de nossas vidas, de nosso país e do mundo em que vivemos.

Pobreza e riqueza não tem a ver com dinheiro

Perceba que ser pobre, ou ser rico, não é uma questão de quanto dinheiro alguém possui ou ganha, mas sim de comportamento. Você pode ser pobre, mesmo tendo muito dinheiro disponível no banco, ou rico, tendo apenas alguns reais na carteira.

Por exemplo, veja as inúmeras pessoas que ganham altos prêmios nas loterias e perdem tudo após algum tempo. Estas pessoas, muitas vezes, acabam em uma situação bem pior financeiramente que antes de serem premiadas.

Por outro lado, existem inúmeros exemplos de pessoas que perdem tudo o que possuíam e, apenas algum tempo depois, conquistam tudo novamente. Várias vezes, indo além do que tinham anteriormente.

Para entender melhor sobre a diferença entre pobreza e riqueza, leia este artigo onde Staut demonstra o que diferencia uma mentalidade de pobreza de uma mentalidade de riqueza.

Existe claramente uma diferença entre trabalho e riqueza, e uma grande ineficiência na forma como nossa sociedade distribui, tanto o trabalho, quanto a riqueza.

O paradigma é que para distribuirmos renda, precisamos gerar renda. E observando os modelos da sociedade em que crescemos, aprendemos que, para gerar renda, precisamos trabalhar.

Pobreza e riqueza tem a ver com conhecimento

Mas, o trabalho em uma sociedade industrial é diferente do trabalho em uma sociedade tecnológica. Além disso, como fomos criados com uma mentalidade voltada para escassez, somos especialistas em escassez.

Portanto, o pensamento mais difundido entre a maioria de nós é que para você ganhar, alguém tem que perder.

Se você não teve acesso a um grupo de pessoas que acumularam mais de R$ 3 milhões, você não pôde observar seus modelos de comportamento, tão pouco pôde fazer perguntas poderosas para formular suas próprias estratégias de geração de renda. Por isso, sente na pele o desafio de trabalhar muito e não acumular quase nada.

A regra geral é que pobres geram pobres e ricos geram ricos, quase sempre, mas isso pode ser mudado, por que não tem a ver com a quantidade de dinheiro que uma pessoa possui, não tem relação com a formação técnica, a escolaridade ou a profissão, tão pouco com sorte ou azar.

Pobreza e riqueza tem a ver com a mentalidade e o padrão de comportamento que uma pessoa desenvolve. Tem a ver com os modelos a que ela tem acesso e com o que se deve aprender para desenvolver determinadas habilidade que levam ao sucesso financeiro.

Documentário sobre a vida do bilionário Warren Buffett.

Quer exemplos? Pesquise a história de brasileiros como: Geraldo Rufino e Rick Chesther ou assista ao documentário sobre a vida do multibilionário americano Warren Buffett.

Se você quer saber mais sobre modelagem e como desenvolver suas habilidades para modelar estratégias de outras pessoas – veja esta vídeo aula gratuita“5 PASSOS PARA ATINGIR RESULTADOS MAIS RÁPIDO” com Michael Ribeiro


O propósito de Staut é ajudar pessoas que querem desenvolver suas habilidades para inovar, empreender, gerar e distribuir riqueza.

Staut nasceu em 1971, filho natural de pais muito jovens e muito simples. Eles tinham quase nenhum estudo e poucas habilidades. Basicamente, trabalhavam em tarefas domésticas e rurais com o cultivo de sub-existência, e passavam por muita dificuldade.

Quando Staut tinha entre um a dois anos de vida, sua mãe morreu e seu pai foi preso. Staut foi adotado por um casal da classe média-alta de São Paulo, com um pequeno mais importante detalhe para definir quem se tornaria e o que viria a produzir.

Seu pai, adotivo, era bancário, e trabalhou a vida toda em cargos de liderança de grandes instituições financeiras, ao lado dos donos dos bancos e de suas famílias.

Estas pessoas, têm uma visão diferente sobre dinheiro e trabalho. Seu pai trabalhou muitos anos com pessoas que tinham muito dinheiro e que sabiam coisas sobre o dinheiro que a maioria das pessoas não sabe.

Portanto, pôde fazer perguntas poderosas e observar como elas pensavam o dinheiro, o trabalho e a renda.

Staut cresceu, mesmo sem saber, modelando seu pai. Absorvendo tudo o que seu pai havia aprendido, ele desenvolveu a base de uma mentalidade poderosa voltada para riqueza e afastada da escassez.

O medo de errar anula o sucesso do empreendedor

Em 2008, com 37 anos, Staut fundou uma empresa de consultoria e trabalhou ao longo dos próximos anos ao lado de empreendedores de pequeno, médio e grande porte de vários setores.

Em decorrência disto, todos os dias, Staut pode observar o que estes líderes faziam à frente de seus negócios e de suas equipes para se manterem crescendo. Staut pôde fazer perguntas poderosas sobre a forma como pensavam sobre trabalho e riqueza.

Acima de tudo, o maior valor de um consultor, como Staut, vem da experiência acumulada pela vivência com estas pessoas brilhantes, muito diferentes entre si, porém muito semelhantes em determinados tipos de mentalidade e padrões de comportamento que definem sucesso ou fracasso em seus empreendimentos.

Staut acabou aprendendo muito mais sobre os erros de um empreendedor do que os acertos, simples assim, por que os erros são muito mais numerosos que os acertos.

Um empreendedor que contrata um consultor, esta contratando, em primeiro lugar, o que não deve ser feito, por que isto economiza tempo e dinheiro na exploração do que deve funcionar melhor em um empreendimento.

Aprender rápido com o erro é uma regra da natureza. Aprender rápido com o erro dos outros é uma regra apenas dos empreendedores de sucesso.

Vivaldo Staut

Por que tantos empreendedores falham?

Uma das empresas com quem Staut trabalhou foi o Instituto de Tecnologia da Flextronics (FIT), localizado em Sorocaba-SP.

Entre os vários projetos que Staut participou, por conta dos trabalhos com o FIT, foi a colaboração em uma equipe multidisciplinar, formada para avaliação de projetos de startup, a serem incubados pelo instituto.

Assim, Staut percebeu como é grande o número de pessoas com excelentes idéias para novos produtos e serviços.

Pessoas que tem potencial para atender necessidades reais de clientes, criar valor, empreender, criar diferencial para o Brasil, criar emprego e renda.

Porém, a grande maior parte dos projetos apresentados, apesar de serem muito bons como idéias de produtos, jamais chegarão a ser produzidos por quatro principais motivos.

Os quatro motivos básicos:

1 Porque aqueles possíveis empreendedores não conhecem o seu propósito de vida e desta forma estão fadados ao fracasso antes mesmo de começarem. Para realizar algo grande o empreendedor tem que estar conectado em algo maior que sí mesmo. Os atletas de maior sucesso sonham com a Medalha Olímpica.

2 Porque aqueles possíveis empreendedores não são inovadores para desenvolver modelos de negócio rentáveis e escaláveis. São muito bons em engenharia, técnicas de produção, design de sistemas, projetos de serviços, ou em copiar seus concorrentes, porém, não detém habilidades para inovar, desenvolver negócios inovadores e equipes.

3 Porque aqueles possíveis empreendedores não tem mentalidade propícia para empreender, criar e sustentar o sucesso de seus empreendimentos. Tão pouco para criar, sustentar e distribuir riquezas.

4 Porque aqueles possíveis empreendedores não sabem vender. Acreditam que os produtos se vendem sozinhos. Eles desprezam a principal habilidade de um empreendedor de sucesso – Empreender é vender, o tempo todo. Produzir com qualidade é apenas uma parte da equação do sucesso.

Ou seja, as habilidades sobre controle emocional, controle de stress, fadiga física, motivação, aumento de foco e priorização são essenciais para quem decidi desenvolver um negócio, e devem estar apoiadas sobre uma mentalidade que as favoreça.

Segundo Staut, para desenvolver uma determinada habilidade você precisa:

Não ter medo de errar;

Aprender um método (modelo) utilizado por outras pessoas que já desenvolveram aquela habilidade e;

Exercitar, praticar, repetir com a mente e com o corpo até que você consiga exercer aquela habilidade inconscientemente.

Esta é uma parte importante do que aprendi como consultor. Quase ninguém é treinado para o sucesso! Quase ninguém sabe que precisa treinar!

Vivaldo Staut

O que Staut observou é um padrão que se repete em todos os lugares por onde passou. O Brasil é um país cheio de oportunidades.

Vivemos em um meio ambiente propício para o surgimento de inovações e o potencial crescimento da riqueza. Nosso povo é muito criativo e muito trabalhador.

Entretanto, um empreendedor deve ser preparado para o sucesso da mesma forma que um atleta profissional treina para as competições.

O trabalho para ser um atleta de alta performance ou um empreendedor que conquista grandes resultados é o mesmo. A mesma disciplina, o mesmo foco, a mesma quantidade de treino, os mesmos prejuízos.

A única diferença entre um atleta profissional e um empreendedor de sucesso esta no conjunto de aprendizados (modelos) que precisam para desenvolver suas habilidades.

Por isso esses são os 2 pilares que apoiam o que Staut e sua equipe produzem

Staut viveu ao lado de empreendedores de muito sucesso e pôde modelar quais são as habilidades que os tornam o que são.

Em 2011, fruto deste conhecimento, Staut criou o Método World Innovators (WI) e desde 2011, este método foi aplicado na forma de treinamentos, palestras cursos e workshops, presenciais e on line com a participação e formação de mais de 3 mil alunos.

Staut acredita que podemos transformar o mundo em que vivemos a partir de uma transformação do modelo que a maioria das pessoas tem sobre o dinheiro e de como ele é gerado e distribuído.

Por isso este novo modelo para desenvolvimento do sucesso empreendedor, é a base de todos os produtos e serviços que Staut desenvolve junto com sua equipe.

Seja na forma de livros, ebooks, cursos digitais, treinamentos presenciais, mentorias, palestras e workshops, vídeos no Youtube, podcasts, artigos e demais conteúdos, tudo que produzem é apoiado em 2 pilares básicos:

Pilares básicos do sucesso empreendedor

1. WHAT CAN YOU DO

Qual é a sua capacidade de agir massivamente com foco?

“Os resultados que você quer, e ainda não tem, estão dentro daquilo que você ainda não faz”

Seus resultados nunca serão maiores que sua capacidade de agir. Empreender é agir. Todo dia, o tempo todo. 100% dos empreendedores de sucesso dedicam parte de sua carreira a aprender a vender e desenvolvem um gosto especial por fazer negócios. Toda ação empreendedora também deve ser dedicada a inovar para criar diferencial e espaço competitivo. Suas ideias só podem acontecer no mundo real se você agir. Elas só poderão continuar existindo se suas ações criarem valor continuamente. Criar valor para clientes, colaboradores, fornecedores, canais e comunidade é outra parte importante do foco dos empreendedores de sucesso. Sua capacidade de agir é definida pelo seu conjunto de habilidades. E agir apenas, não adianta. Se andar em círculos, você estará sempre no mesmo lugar. Não importa o quanto você se esforce. A energia para agir deve ser concentrada pelo foco em: o que fazer? e como fazer? No método WI consideramos as HABILIDADES para INOVAR e se RELACIONAR como as determinantes para o sucesso. Como fazer para ter idéias em quantidade, escolher as melhores, tirá-las da cabeça, testá-las, aperfeiçoá-las e fazê-las ganharem vida no mundo real, criando negócios de valor e gerando riqueza de forma escalável e sustentável?

2. WHAT CAN YOU BE

O que você acredita que pode, mereçe e consegue ser ou fazer?

“Não importa o que você acha que pode ou não pode ser ou realizar, de qualquer forma você tem razão”

Todo resultado que você gera, depende do que você acha que pode, merece e consegue ser ou fazer. Seus resultados nunca serão maiores que suas ideias e onde quer que você vá, seu propósito sempre estará dois passos à sua frente. Toda Jornada começa com a definição de onde você quer chegar e por que você quer ir até lá. Você tem clareza sobre quem você pode ser? Quem você pode se tornar? Os limites para tudo que você pode realizar no mundo material são definidos antecipadamente pela sua mente. No método WI consideramos a MENTALIDADE sobre PODER, MERECIMENTO e CAPACIDADE como determinante para o sucesso. Como fazer para possuir uma mente próspera e criativa? É possível imaginar uma situação muito diferente da realidade atual, mesmo quando tudo a sua volta parece provar que nada irá ser diferente? Como manter o foco em seus objetivos com determinação e resiliência? Você se permite imaginar ganhar pelo menos 3x mais o que você ganha agora?

Então este é o propósito de Staut

E este é o propósito porque Staut quer contribuir para uma revolução na forma como nosso mundo está organizado. Ele acredita que podemos fazer isto juntos, aumentando a quantidade e a qualidade do nosso grupo de empreendedores.

Ao longo destes anos, já passaram mais de 3 mil alunos pelo Método WI e este número está crescendo. Todos os dias.

As pessoas que passam aprendem e se formam neste método se intitulam: WI VETERANS ou VETERANOS WI – “Os criadores do Novo Mundo!” – porque são um crescente grupo de pessoas que acreditam que podem transformar nosso país e o mundo, contribuindo com o aumento da geração e da distribuição de riqueza, através da INOVAÇÃO e do EMPREENDEDORISMO.

Também acreditam: no trabalho, na criatividade, na cooperação, na inspiração, no conhecimento e no mindset poderoso da riqueza.

Algumas pessoas talvez ainda tenham dúvida quanto ao significado da sigla WI. Ela é a abreviação da expressão “WORLD INNOVATORS”, que, em português, pode ser traduzida como “Os criadores do novo mundo” e é assim que nos sentimos, criadores de um novo mundo de possibilidades.


Portanto, venha fazer parte deste crescente grupo de pessoas que acreditam poder, merecer e conseguir viver em um admirável futuro melhor!

Por que você pode e você merece!

Participe do treinamento World Innovators (WI) OnLine

%d blogueiros gostam disto: